01 de Abril de 2019

Para o dia Mundial da Saúde, que é comemorado no dia 7 de abril, preparamos um artigo que vai ajudar você a cuidar do seu coração


1. Fuja do sedentarismo

O sedentarismo é um fator de risco para diversas doenças, como diabetes, hipertensão, câncer e colesterol alto. Todas essas doenças podem evoluir para problemas cardíacos graves.

Praticar exercícios físicos regularmente, pelo menos três vezes por semana, é uma excelente forma de prevenir doenças e ganhar mais energia e disposição. Além disso, a prática de exercícios físicos ajuda a manter o peso saudável, o que é muito importante para a manutenção da saúde do coração.

Não gosta de ir à academia? Existem diversas formas de praticar exercícios, como fazer caminhadas, andar de bicicleta, nadar, dançar, praticar yoga e muito mais. Com certeza, existe alguma atividade que ajudará você a espantar o sedentarismo.

2. Abandone o cigarro

O cigarro é um dos principais vilões da saúde e do bem-estar. De acordo com informações da Organização Mundial da Saúde, publicadas no primeiro semestre de 2017, cerca de sete milhões de pessoas morrem todos os anos, devido a doenças relacionadas ao tabaco.

O cigarro agride as células que envolvem os vasos sanguíneos e faz com que as artérias fiquem mais expostas ao acúmulo de gorduras, aumentando as chances de infarto. Vale ressaltar que não existe um limite seguro quando se trata do tabagismo, visto que um único cigarro já causa alterações no organismo.

Dessa maneira, a dica é muito simples: evite o tabagismo. Estabeleça metas, peça ajuda para os amigos e familiares, evite locais com muitos fumantes e não tenha medo ou vergonha de procurar orientação profissional para parar de fumar.

3. Alimente-se bem

Ter uma alimentação saudável é fundamental para a saúde, principalmente quando falamos em saúde do coração.

Adote uma dieta equilibrada, reduza o consumo de frituras, evite alimentos industrializados e aposte em verduras, frutas e legumes. Dê preferência às carnes magras, principalmente peixes ricos em ômega-3, como a sardinha e o salmão. Azeite, abacate e linhaça também são alimentos que fazem bem para o coração.

4. Evite o consumo excessivo de sal

Você tem o costume de acrescentar bastante sal nas refeições? Se sim, está na hora de rever esse hábito. O consumo excessivo de sal está ligado à pressão alta e, consequentemente, aos problemas cardíacos.

Para manter a saúde do seu coração em dia, é preciso diminuir o sal e também os produtos industrializados, como macarrão instantâneo e biscoitos, que são ricos em sódio. Segundo a OMS, o recomendado é consumir, no máximo, cinco gramas de sal por dia.

Para não precisar abrir mão do sabor, a dica é investir em ervas aromáticas e temperos frescos, como salsa, cebolinha, coentro e manjericão, que tornam as refeições mais saborosas e fazem bem para a saúde.

5. Evite o consumo de bebidas alcoólicas

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas está relacionado a diversas doenças, inclusive a problemas do coração. As bebidas alcoólicas tendem a causar o aumento de peso, da pressão arterial e do ritmo cardíaco. A médio e longo prazo, esse hábito pode causar graves complicações à saúde e qualidade de vida.

6. Evite o estresse

O estresse contínuo tende a aumentar os níveis de colesterol ruim no sangue, o que prejudica a saúde do coração. Por isso, mesmo diante da correria do dia a dia, é importante que você encontre tempo para praticar atividades agradáveis e relaxantes, que proporcionem momentos de prazer e afastem o estresse. Você pode apostar em aulas de artesanato, alongamento, música ou até mesmo em esportes radicais.

7. Cuide da sua saúde bucal

Pode parecer um pouco estranho, mas a saúde bucal está diretamente ligada à saúde do coração. Isso ocorre porque o coração e a boca são ligados pela corrente sanguínea.

As bactérias presentes em infecções que acometem a gengiva, como a gengivite e a periodontite, podem chegar ao coração e causar doenças, como a endocardite bacteriana. Quando não tratada, a endocardite bacteriana pode evoluir para um quadro de insuficiência cardíaca.

Portanto, cuidar bem da higiene bucal é fundamental para manter a sua saúde. Escove os dentes ao menos três vezes por dia, use fio dental e visite um dentista com regularidade.

8. Fique de olho na saúde

É muito importante que você não negligencie a saúde geral do seu corpo. Fique de olho na sua pressão arterial, controle os níveis de açúcar no sangue e faça exames para medir o seu colesterol. Alterações no seu organismo podem afetar todo o seu corpo e, assim, o seu coração.

9. Escute o seu coração

Quando as coisas não estão bem com o coração, o nosso corpo emite alguns sinais que não devem ser ignorados. São eles:

  • desconforto na região do peito;
  • dores nos braços e no pescoço;
  • tosse persistente;
  • náuseas recorrentes;
  • tontura;
  • falta de ar;
  • suor frio repentino;
  • fraqueza excessiva;
  • pulsação irregular.

Se você apresenta algum desses sintomas, procure um médico para uma consulta de rotina. Quando um problema de saúde é diagnosticado precocemente, as chances de cura são maiores.

Agora que você já conhece as nossas dicas para manter a saúde do coração em dia, é hora de mudar os antigos hábitos e garantir uma melhor qualidade de vida.

Assessoria de Comunicação e Marketing Unimed Belém

Leia também