18 de Junho de 2019

A Disseminação de práticas no ambiente interno da Cooperativa está ocorrendo em todas as unidades, com palestras e multiplicação da campanha de lavagem das mãos


Em alusão ao dia mundial de combate as Infecções Relacionadas à Assistência a Saúde (IRAS) por meio da higienização das mãos, comemorado em cinco de maio, a Unimed Belém realizou dia três desse mês, no auditório da Estação Saúde Unimed, o evento para conscientizar e alertar colaboradores, cooperados e clientes da importância de combater os casos de infecções por bactérias nas Unidades de Saúde.

O repertório de palestras foi dividido entre os profissionais do Hospital Pediátrico da Unimed Belém (HPU), em que a Diretora Técnica, Dra. Rosineide Duarte iniciou a discussão com o tema “higienização das mãos: ainda precisamos falar sobre isso?” entre outros aspectos, ela enfatizou a necessidade de conscientizar as pessoas para o ato de lavar as mãos. Para a Médica Pediatra, a solução é ter um olhar visionário, por meio da prevenção. 

O modelo utilizado pelos profissionais para embasar a campanha desse ano, é o modelo multimodal do Médico e Professor de Medicina e Epidemiologia Hospitalar Didier Pittet, especialista em doenças infecciosas do Hospital Universitário de Genebra-Suíça. O Estudioso desenvolveu “O Modelo de higiene das mãos de Genebra” que culminou na diminuição de 50% nas infecções dos Hospitais da Universidade de Genebra, com melhorias sustentadas no cumprimento de higienização das mãos. Seguindo o exemplo de Hospitais ao redor do mundo, a Unimed Belém utiliza esse padrão para multiplicar ações de prevenção nesse sentido.    

Para o Médico Infectologista, Dr. Lourival Marsola “a higienização das mãos é considerada a ação isolada mais importante para prevenir infecções no ambiente hospitalar, mas também até no ambiente doméstico, porque as mãos mesmo aparentemente limpas carregam microrganismos, vírus e bactérias. Dependendo do procedimento que vamos fazer com elas, podemos transmitir isso adiante”. Concluiu o médico Cooperado e Coordenador do Centro de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do HPU.

A Disseminação de práticas no ambiente interno da Cooperativa está ocorrendo em todas as unidades, com palestras e multiplicação da campanha de lavagem das mãos “A luta contra os vilões da saúde também é sua”. A Nutricionista Elaine Oliveira ressalta a importância da prática no setor de Nutrição, “a lavagem das mãos dentro do setor de manipulação de alimentos está diretamente relacionado à segurança do paciente, em manter os alimentos limpos sem qualquer risco de contaminação e disseminação de bactérias”, concluiu a colaboradora.     

Outra estratégia desenvolvida para disseminar essa importante atitude são as paredes falantes, que consiste na plotagem das paredes e pisos de locais estratégicos dentro da unidade hospitalar, com o objetivo de promover um ambiente lúdico e educacional, com frases de apoio e estimulo da lavagem correta das mãos.

Assessoria de Comunicação e Marketing Unimed Belém

Leia também