24 de Maio de 2022

Projeto que iniciou em 2019, é finalizado com debate sobre “Gestão do Conhecimento".


Nos dias 23 e 24 de maio, a Unimed Belém realizou o quinto módulo da Academia de Líderes, no auditório da Estação Saúde. O evento contou com a participação dos gestores de todas as áreas da cooperativa e teve como tema a “Gestão do Conhecimento”, com a mentoria do professor doutor Rodrigo Baroni, um dos maiores estudiosos do país sobre o assunto, e professor da Fundação Dom Cabral.

A Academia de Líderes iniciou em 2019 e teve uma pausa de alguns meses, retornando em 2021. De acordo com Lene Ferreira, gerente de RH, este foi o último módulo do ciclo que há quase três anos discute temas como, gestão das emoções, autoconhecimento, governança corporativa, riscos e compliance. Para ela, o programa já vem apresentando resultados positivos, o que tem refletido diretamente na avaliação do índice de desempenho dos setores.

“A Academia de Líderes objetiva desenvolver nossas lideranças, especialmente em ralação ao resultado da avaliação de desempenho e, também dentro do que a cooperativa considera assuntos estratégicos. Já observamos dados significativos, o que reforça a máxima de que o investimento no desenvolvimento é fundamental e deve ser contínuo para a melhoria dos resultados da empresa”, afirma Lene.

O professor Dr. Rodrigo Baroni destaca a importância de discutir a gestão de conhecimento com líderes, já que essa é uma forma de nivelar um bom desempenho de determinada área e compartilhar com todos os outros setores para que a cooperativa cresça de forma homogênea.

“No nosso módulo, conversamos sobre o processo de criar, compartilhar, usar e gerenciar o conhecimento de uma organização. Fizemos exercício para que as pessoas pudessem identificar oportunidades da gestão de informação de seus setores e como isso deve ser melhor disseminado internamente, com o intuito de atingir indicadores cada vez melhores”, frisa Rodrigo.

Após o momento de mentoria presencial, as turmas, que foram divididas em dois dias, voltarão a se encontrar com o professor, de forma virtual, em junho, para a etapa de finalização do módulo, chamada de “praticagem”, quando todos poderão expor as experiências vivenciadas após o momento teórico.

A gestora da unidade de urgência e emergência Doca, Simone Abdon, comenta sobre a importância de aliar a teoria à prática para que os gestores consigam absorver ainda mais o conhecimento compartilhado durante os encontros.

“Este programa é a confirmação de que a gestão está com as ferramentas alinhadas tanto em nível de recursos próprios como de gestão de pessoas. Temos a oportunidade de confirmar e colocar em prática todo o aprendizado e tudo o que é necessário para melhorar a performance”, finaliza Simone.

Assessoria de Comunicação e Marketing

Leia também