26 de Novembro de 2019

A saúde mental tem sido um assunto debatido com maior frequência devido o tema ter ganhado bastante evidência nos meios tecnológicos, informacionais e sociais,


Atualmente, sabe-se que a saúde não é mais a ausência de doenças e sim uma associação complexa de fatores internos e externos que devem permanecer em constante equilíbrio. Nessa perspectiva, compreende-se que a saúde não é algo simples, mas sim algo que depende de discussões que cerquem o cotidiano do indivíduo, a fim de detectar alguma instabilidade dentro do contexto biopsicossocial e espiritual.

A saúde mental tem sido um assunto debatido com maior frequência devido o tema ter ganhado bastante evidência nos meios tecnológicos, informacionais e sociais, comprovando assim que o contexto psicológico tem sido afetado em vários ambientes, como o familiar, o educacional, o ocupacional, entre outros setores de convívio sociocultural.

Hoje há inúmeras ações e meios de melhorar a qualidade de vida e a recuperação das pessoas. Ações de cunho integral à saúde com foco na prevenção, promoção e reabilitação, que enalteçam as potencialidades e detectem as principais fragilidades dentro do contexto psicológico, buscando resgatar a pessoa para sua atividade de vida diária normal.

Além disso, existem algumas ações de prevenção que podem ser inseridas no cotidiano das pessoas, a fim de melhorar a qualidade de vida e o convívio social, como por exemplo:

  • Praticar atividades físicas regularmente, pois no momento dos exercícios, o corpo libera endorfina que alivia o estresse e aumenta o humor.
  • Melhorar os hábitos alimentares, uma vez que os alimentos nutrem o organismo e auxiliam no desenvolvimento de fatores químicos que inibem o estresse e ansiedade, aumentando o humor.
  • Ter o sono e repouso adequados; pois há estudos que identificaram que ter um sono desregular pode proporcionar inúmeros prejuízos ao cotidiano da pessoa, inclusive mudanças de humor.
  • Reconhecer os seus limites; organizar horários e reservar momentos à família e aos amigos: reconhecer todas as potencialidades e fragilidades do dia-a-dia, saber direcionar os afazeres e reservar momentos para passar com a família e entre amigos são fundamentais para preservar a saúde mental e relaxar diante de momentos estressores.
  • Reconhecer os momentos de instabilidade e procurar ajuda profissional.

 

Texto: Viver Bem


Leia também